Mosteiro dos Jerónimos

O Mosteiro dos Jerónimos é o mais impressionante símbolo do poder e riqueza de Portugal durante a Época dos Descobrimentos. Rei Manuel I mandou construir em 1502 no lugar de uma ermida fundada pelo Principe Henrique O Navegador, onde Vasco da Gama e a sua tripulação passaram a sua última noite em Portugal a rezar antes de sair para a India. Foi construida para comemorar a viagem de Vasco da Gama e para dar agradecimento a Virgem Maria por seu sucesso. O túmulo de Vasco da Gama foi colocado no interior perto da entrada, tal como foi o túmulo do poeta Luis de Camões, autor do épico Os Lusíadas.

O Mosteiro foi populado por monges da Ordem de S. Jerónimo, cujo o trabalho espiritual era de dar auxilio aos marinheiros e rezar pela alma do Rei. É um dos grandes triunfos Góticos Europeus (A UNESCO classificou-o como Património Mundial), com muito do design caracterizado por esculturas elaboradas e detalhadas e temas marítimos. Este tipo de arquitectura ficou conhecido como Manuelino, um estilo de arte que serviu para glorificar a grandeza da Era dos Descobrimentos.

Os claustros são magníficos, cada coluna diferentemente cravada com bobinas de corda, monstros marinhos, corais e outros temas marítimos evocativos daquele tempo no mundo, exploração pelo mar. Aqui é também a entrada do antigo refeitório que tem bela abóbada reticulada e decoração de azulejos nas paredes representando a história bíblica de José

Bilhete individual: 10€
Horarios
Outubro a Maio:
Das 10:000 às 17:30 (Última entrada às 17:00)
Maio a Setembro:
Das 10:00 às 18:30 (Última entrada às 18:00)
Fechado: Segundas, 1 de Janeiro, Domingo de Pascoa, 1 de Maio, 13 de Junho e 25 de Dezembro.

Como lá chegar:
Eléctrico 15 a partir da Praça da Figueira ou Praça do Comércio.
Autocarro 714 da Praça do Comércio (Metro Terreiro do Paço).

Se quer visitar o Mosteiro dos Jerónimos RESERVE  a Tour de Lisboa aqui.

Share

Mosteiro dos Jerónimos