Mercado Medieval de Óbidos

Entre 18 de Julho a 4 de Agosto decorre a XVIII edição do Mercado Medieval de Óbidos, aberto de quinta a domingo na cerca do Castelo de Óbidos.
Realizado onde outrora teria sido o campo de treino de escudeiros e cavaleiros ao serviço d’El Rei, transforma-se agora num imenso burgo que invoca os costumes dos povos medievais, tendo como tema passado o Medo na Idade Média ou a Importância da Água, mas sendo este ano o Fogo.
Este é um evento de enorme cariz comunitário, onde é visível todo o trabalho e dedicação das associações culturais, desportivas, recreativas e IPSS (Instituições Particulares de Solidariedade Social) do concelho de Óbidos que trabalham imenso para proporcionar a quem visita um programa diversificado e rico, e dando oportunidade a actores, malabaristas, manipuladores de fogo e jograis de mostrar as suas artes nesta festança.
Entre folganças e festas, venha fazer parte da história no Mercado Medieval, que certamente o irá encantar com os seus espectáculos de fogo, teatro, artesãos, torneios a cavalo, combates apeados entes muitas outras.

Tabernas Medievais


Em Portugal, durante a Idade Média, à excepção de períodos de maiores dificuldades económicas ou de desastres naturais, a alimentação era razoável e suficiente para a época em questão. As principais refeições do dia seriam o jantar e a ceia. Nos finais do século XIV jantava-se entre as 10 e as 11 horas da manhã e a ceia seria por volta das seis ou sete da tarde, próximo do anoitecer.
Os manjares e sabores adequados à época será proporcionado ao Mercado Medieval pelas colectividades do Concelho de Óbidos, seguindo as regras que limitam os produtos que podem ser utilizados à época.

Torreões

As primeiras moedas Portuguesas teriam sido produzidas ainda durante o reinado de D. Afonso Henriques depois deste ter sido reconhecido como Rei pelo Papa em 1179. Estas moedas teriam sido produzidas de bolhão, uma liga de cobre e prata.
Tal como em outros anos, o Mercado Medieval cunhou o Torreão, apresentando uma nova colecção para encher as bolsas de quem ali irá circular. Moedas de meio, um, dois, cinco e dez torreões.
A moeda foi cunhada com metal de valor, lavrada de um lado com o castelo de três torres e noutro o valor do torreão.
A troca monetária será feita no posto de informação ou no posto cambista, tendo o símbolo do torreão a assinalar.

Serão Medieval

No Serão Medieval terá a oportunidade de viver uma experiência singular integrada no Mercado Medieval, trajar-se à época, percorrer as ruas medievais, assistir ao torneio e deliciar-se com o repasto enquanto assiste aos espectáculos.
O serão será de quinta a domingo, tendo como preço de entrada 19,90€ para crianças entre os 3 a 11 anos, e com idade superior a 12 anos passa a 49,90€.
Este preço incluí Entrada no Evento, Traje, Lugar reservado no torneio e Ceia Medieval

Mercadores

O moinho que se encontrava no campo, onde os camponeses iam levar o cereal e esperar pela sua farinha, era um local de reunião. Os monges pediam esmola, prostitutas rondavam as suas imediações e o artesanato como principal fonte de produção de mercadorias e construiria-se assim o renascimento comercial e urbano do século XI.
O  artesão desenvolvia um oficio, como padeiro, carpinteiro, ferreiro, entre outros, e estavam agregados a guildas (associações) para garantir defesa e desenvolvimento e tendo regras bastante apertadas.
O mercador era o elemento social que se encontrava no centro das relações que se realizavam nos espaços comerciais dos burgos, sendo responsável pela aquisição de produtos provenientes de outros locais e de os colocar à venda em feiras.

Como lá Chegar

Existem algumas maneiras de chegar a Óbidos a partir de Lisboa, fica aqui algumas delas:

  • Reserve uma tour com a Go2Lisbon e chegue a Óbidos com conforto e acompanhado por um dos nossos talentosos guias;
  • De carro, entre na A8 em direcção a Leiria, saindo da auto estrada na saída 15. A viagem deverá ter entre 40 a 50 minutos;
  • De Autocarro, existe uma linha directa de Lisboa a Óbidos.

Share

Mercado Medieval de Óbidos