Belém está localizado a 7km de distância do centro histórico e abriga diversos monumentos de Lisboa. Alguns dos monumentos mais emblemáticos de Lisboa se encontram neste bairro, como o Mosteiro dos Jerónimos e a Torre de Belém que foram construídos no início do século XVI.

O Palácio da Ajuda foi construído para abrigar a família real portuguesa após o terrível terremoto de 1755. O bairro foi escolhido por não ter sido muito afetado pelo terremoto que destruiu grande parte da Baixa de Lisboa.

Belém reúne diversos pontos turísticos que você não pode deixar de conhecer. Aqui vamos listar algumas informações destes monumentos incríveis e repletos de história. Além disso, o bairro oferece diversos jardins e muito espaço aberto para aproveitar o tempo ao ar livre, fazer um piquenique com família e amigos.

Venha descobrir connosco 5 razões que fazem este bairro é tão especial:

  • MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS – Classificado como Monumento Nacional e Património Mundial da UNESCO, o Mosteiro dos Jerónimos foi fundado pelo rei D. Manuel I no início do século XVI. Sua construção iniciou em 1501 e prolongou-se por 100 anos. O Mosteiro possui uma arquitetura no estilo manuelino onde é possível identificar elementos religiosos, náuticos e régios conservados em toda a construção. No interior do Mosteiro dos Jerónimos podemos encontrar a igreja-salão, um fantástico trabalho arquitetónico de João de Castilho. Logo a entrada é possível encontrar os túmulos do poeta Luís de Camões, autor do poema épico “Os Lusíadas”, e de Vasco da Gama, comandante da armada que em 1497 rumou para a Índia, entre outras figuras históricas.
  • TORRE DE BELÉM – Património Mundial da UNESCO, a Torre de Belém foi construída durante o reinado de D. Manuel I a 200 metros de distância da margem do rio Tejo, entre 1514 a 1520. Com o objetivo de proteger Lisboa de possíveis invasores, a torre era munida com os primeiros mecanismos para resistir ao fogo de artilharia e contava com 16 canhões. Atualmente é possível visitar nos quatro pisos da torre, a Sala do Governador, a Sala dos Reis, a Sala de Audiências e a Capela com as suas características abóbadas quinhentistas.
  • PONTE 25 DE ABRIL – Construída entre 1962 e 1966. Inicialmente levou o nome do ditador português Salazar, mas após 25 de abril de 1974, com a revolução dos cravos o nome foi mudado para “Ponte 25 de Abril”.
  • PASTÉIS DE BELÉM – Tradicional doce português, o Pastel de Belém iniciou a sua fabricação em 1837. A receita era mantida em segredo, sendo conhecida somente pelos mestres pasteleiros que fabricavam os famosos pastéis na “Oficina do Segredo”. Ainda hoje, a receita se mantém igual.
  • PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS – Construído em 1960 em comemoração dos 500 anos da morte do Infante D. Henrique, o Padrão dos Descobrimentos simboliza uma caravela com 52 metros de altura. É possível identificar o Infante D. Henrique à frente, conduzindo outras 32 personalidades históricas que contribuíram para a Era dos Descobrimentos, como por exemplo o rei D. Afonso V (1432-81), impulsionador das primeiras descobertas, Vasco da Gama (1460-1524) que descobriu o caminho Marítimo para a Índia, Pedro Álvares Cabral (1467-1520), descobridor do Brasil e Fernão de Magalhães, que atravessou o Atlântico em 1520-21, entre outros.

Ficou curioso para conhecer Belém? Veja como a Go2Lisbon pode te levar a visitar este bairro e outros lugares fantásticos de Lisboa.